Tuntunense encontrado morto no garimpo não foi assassinado, afirma agente funerário de Cumaru

2 de agosto de 2019


Antonio Francisco Cosse

Na tentativa de desvendar a morte do garimpeiro Antônio Francisco Cosse Alves, 38 anos, noticiado hoje em grupos de Whatsapp, o blog do Lobão entrou em contato com a Delegacia de Polícia da cidade de Cumaru do Norte, Estado do Pará, que depois forneceu o telefone da funerária da cidade. 

De acordo com o agente funerário Cleibson Alves de Araujo, a informação da morte do tuntunense chegou ao seu conhecimento às 9h da manhã dessa quinta-feira (1º), sendo o corpo transladado para Cumaru e sepultado no mesmo dia, pois já se encontrava em estado de decomposição.


O agente acredita que ele tenha morrido no decorrer do dia 31. Ainda de acordo com seu relato, Antonio Cosse foi encontrado morto por garimpeiros da região do garimpo de Cumaruzinho, distante cerca de 60 quilômetros da sede do município, que posteriormente entraram em contato com a polícia. Ele afirmou que juntamente com o auxílio da polícia foi feita uma vistoria superficial sobre o corpo e não encontraram nenhuma marca de perfuração ou agressão física, descartando a hipótese de morte violenta e reunindo todas as possibilidades de morte natural. "Fizemos uma vistoria pelo corpo e não encontramos nada, nenhuma marca de violência, só marcas natural do contato com o chão. Pra mim foi morte natural mesmo", afirmou o agente funerário Clebson Araujo. Ele disse que tem mais de 20 anos que trabalha na área.  

Do BLOG DO LOBÃO

Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita