Imperatriz recebe investimentos históricos do Governo do Estado

22 de maio de 2019


Imperatriz recebeu investimentos históricos do Governo do Maranhão desde 2015. Agora, está em andamento a refrigeração do Centro de Convenções, a revitalização da Avenida Bernardo Sayão e a requalificação do Calçadão – que será a primeira rua coberta do Maranhão. Além disso há um pacote de recuperação de mais de 200 ruas, já em execução, para minimizar os impactos do inverno. Essa é uma ação ostensiva, com previsão de término em 90 dias.


Os moradores ficaram animados com a operação tapa buracos. “Vai acabar essa buraqueira causada pela chuva e o trânsito vai melhorar”, disse Ricardo Ferreira. Para o comerciante Arnoh de Sousa Lima, a ação favorece o comércio local. “Essa rua estava muito esburacada. Essa recuperação é importante para gente, aumenta a movimentação do comércio”, completou.

Nos últimos cinco anos já são quase 100 quilômetros de pavimentação e recuperação de ruas, distribuídos em todos os polos da cidade. Imperatriz recebeu investimentos importantes também em outras áreas. Somando as áreas de educação e cultura, quadras poliesportivas de ensino regular, esporte e lazer, infraestrutura, saúde, segurança pública e unidades da fundação da criança e do adolescente, alcançamos quase R$ 500 milhões em ações estratégicas em todos os setores do Governo que ajudaram a melhorar a vida das pessoas.

Em educação e cultura foram ações históricas como a construção do Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul). Construído próximo ao Parque de Exposições Lourenço Vieira da Silva, na BR-010, o campus abrigará o Centro de Ciências Agrárias, atendendo diretamente aos cursos de Medicina Veterinária, Agronomia e Engenharia Florestal. O prédio terá 20 salas de aula, uma de controle, quatro para administração, uma de informática, quatro de manutenção técnica, 21 laboratórios, auditório, cantina, cozinha, oito banheiros, uma biblioteca e estacionamento.

No campus do Centro, foi realizada uma reforma em todo o prédio que pôs fim a problemas antigos, como falta de água e oscilação de energia. Os reparos contemplaram além da parte elétrica e hidráulica, piso, revestimento de parede, pintura, fachada, telhado e na climatização. Uma cantina foi construída e a biblioteca foi ampliada e modernizada, atendendo a um sonho antigos dos estudantes. Ainda para o Ensino Superior, o espaço onde funcionava o antigo Viva, na Rua Simplício Moreira, foi adequado e hoje abriga o Restaurante Popular Universitário, onde são servidas 1000 refeições diárias (400 para alunos da Uemasul e 600 para população em geral) por R$ 2,00.

A comunidade acadêmica se diz satisfeita com os investimentos. “Estamos bastante satisfeitos com a forma rápida como nossas demandas estão sendo atendidas. Em breve teremos um novo campus, que é a resposta de uma luta histórica. Temos um RU, que era outro sonho antigo e um prédio totalmente reformado no Centro. Sem falar em outros incentivos criados e ampliados, como auxilio permanência e bolsas de pesquisa, que dão suporte para o funcionamento do tripé da universidade, que é o ensino, a pesquisa e a extensão”, avaliou o líder estudantil, Júlio César Nascimento.

No Ensino Médio, cinco centros de ensino foram reformados e um construído. No CE Nascimento de Moraes, a quadra poliesportiva recebeu uma  obra de reforma estruturante, levando mais qualidade para as aulas de educação física e um espaço para atividades culturais. Cabe destacar a adaptação do Tancredo Neves, a primeira escola de tempo integral da cidade, localizada no bairro da Vila Redenção II. O local agora conta com uma estrutura de 11 salas de aulas, laboratórios, biblioteca – um espaço adequado, que permite mais integração curricular, estudos orientados e práticas experimentais.

Nas áreas de esporte e lazer, o destaque é para Praça da Bíblia e Beira-Rio, que passaram praticamente por uma reconstrução e hoje são os principais cartões postais da cidade. Também receberam obras de revitalização a pista de skate Praça Mané Garrincha, das praças João Castelo, na Vila Cafeteira; São Miguel, no Parque Anhanguera; Jarbas Passarinho na região do Santa Rita.

Infraestrutura 

Na infraestrutura, cerca de 100 quilômetros de ruas receberam melhorias, alcançando todos os polos do município, como Parque do Buriti, Alvorada, Bacuri, São José, Vila Redenção, Parque Santa Lúcia e Santa Rita. Nesse momento, estão em execução obras na Vila Lobão e Parque Anhanguera. Depois as obras seguem para os bairros Parque São José, Parque Anhanguera, Ouro Verde, Parque Independência, Vilas Fiquene, Nova e Redenção.

Segundo o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, as ações realizadas pelo Governo do Maranhão são integradas e somam para garantia de direitos. “Temos feito, ao longo desses quatro anos, ações estratégicas, que tem ajudado para que a população tenha acesso a direitos que antes eram negados. Construção, reforma e adequação de hospitais, escolas, quadras poliesportivas, em unidades de segurança, ações que levam mais saúde, educação e segurança para a população”.



Outra obra histórica é a pavimentação da Rodovia Josimo Tavares, conhecida como Estrada do Arroz, que mudou o deslocamento de quem mora ou trabalha na zona rural. 

Foram 47 quilômetros de pavimentação completa e 11 quilômetros de recuperação dos trechos que já estavam asfaltados, mais a construção de nove pontes de concreto, interligando Imperatriz à Cidelândia.

Para completar a iniciativa, está sendo recuperado os cerca de 12 quilômetros entre a estrada da Facchini e a rotatória da Suzano, que dá acesso a rodovia Josimo Tavares, mais conhecida como Estrada do Arroz, pavimentado na gestão anterior. Além da reconstrução do pavimento, a via será alargada de seis para nove metros, fora a construção do acostamento.

A iluminação nos nove quilômetros entre Imperatriz e João Lisboa da Avenida Pedro Neiva de Santana é outra obra que ficou na memória de Imperatriz. Foram instalados condutores, quadros de comandos e lâmpadas de LED, garantindo eficiência e economia de energia elétrica. Além da iluminação da via, já estão sendo instalados dez controladores de velocidade eletrônicos e, em frente à escola Paulo Freire, um semáforo.

Os serviços agradaram a população. “Depois que a avenida está iluminada, as pessoas passam aqui com mais frequência, malham e correm. Isso é muito legal”, disse a estudante Eduarda Patrícia Duallibe. Já para o barbeiro Pedro Pereira, a iluminação traz mais segurança no trânsito. “Agora eu posso sair mais seguro no meu carro, antes eu até evitava por causa de acidente”, afirmou.

Saúde e Segurança

Na saúde houve grandes avanços, graças a ações estratégicas, como reforma e ampliação do Hospital Materno Infantil de Imperatriz, construção do Hospital Macrorregional Drª Ruth Noleto, adaptação e reforma da Casa da Gestante Eimar de Andrade Melo. Como Imperatriz é polo para o atendimento na saúde de outros municípios, inclusive fora do Maranhão, essas ações abrangem a cerca de 40 cidades.

Na segurança, houve a reforma e modernização de vários aparelhos públicos como: 3º BPM, ampliação do CIOPS, CJ Cidadã, Semear, das Unidades de Segurança Comunitária de Imperatriz, no Bom Sucesso, Sanharol e na Lagoa Verde. Unidades de Fundação da Criança e Adolescente também recebem investimento na reforma e adequação das duas unidades da FUNAC para garantir os direitos humanos dos adolescentes e sua reinserção comunitária e familiar.
Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita