SAMU comemora 14 anos de atuação em Imperatriz

26 de março de 2019


SAMU comemora 14 anos de atuação em Imperatriz
 Profissionais do SAMU passam por treinamento para melhorias a população. (Foto: Edmara Silva)
Com investimentos executados pela gestão municipal nos últimos dois anos, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, SAMU Regional Imperatriz, chega aos 14 anos de fundação avançando a cada dia. A singela solenidade de aniversário dentre os servidores marcou a data de fundação do SAMU de Imperatriz, nesta semana.
Pronto para mais avanços em atendimentos, o órgão foi criado pelo Ministério da Saúde por meio da portaria nº 326 de 4 de março de 2005, mas a implantação pelo Município se deu somente no dia 22 de março do mesmo ano, data que vem sendo comemorada todos os anos. O coordenador atual, o médico Alexsandro Freitas lembra que antes da instalação do SAMU, funcionou um serviço parecido com o nome de Central de Ambulâncias. 
Desde a instalação, o SAMU vem passando por mudanças como a elevação para a categoria de regional ocasião em que passou a regular, a partir de Imperatriz, os atendimentos de 14 bases descentralizadas instaladas nos seguintes municípios: Açailândia, Alto Parnaíba, Amarante do Maranhão, Balsas, Barra do Corda, Buriticupu, Carolina, Cidelândia, Grajaú, Itinga, São Pedro da Água Branca, São Raimundo das Mangabeiras, Sitio Novo e Vila Nova dos Martírios. No total incluindo a sede e os municípios, entre os que tem base e os vizinhos, são 36 cidades atendidas.
Mesmo com a regionalização, o SAMU passou por serias ameaças de fechamento após ser reprovado em fiscalização técnica do Ministério da Saúde no ano de 2016. Atualmente o órgão faz a cobertura de mais de 1 milhão de habitantes no Maranhão.
Diante das ameaças, graças a um esforço concentrado da Secretaria Municipal de Saúde, Assessoria de Projetos , da Coordenação do SAMU e empenho pessoal do prefeito Assis Ramos, o SAMU foi certificado pelo Governo Federal em janeiro deste ano, o que garantiu a manutenção de recursos e respectivamente a continuidade do serviço.
“Então a partir de 2017 conseguimos, com muitos esforços da gestão, nos adequar com novas ambulâncias, ampliação do prédio administrativo e da assistência, antes tudo era uma sala, e ampliar com a primeira base rural do Estado que fica em para atender melhor nossa zona rural’, destacou o coordenador Alexsandro Freitas.

Lista de exigências do Ministério da Saúde 
Foram listados 21 itens, e todos foram atendidos pela gestão municipal para garantir o funcionamento do SAMU, dentre eles, a central de material esterilizado; separação do lixo hospitalar do lixo comum; o controle da parte de gases medicinais; reformulação e adequação da farmácia do Samu que passou a funcionar com todos os requisitos preconizados pela legislação para uma farmácia inclusive com a presença de um farmacêutico além da aquisição de nove carros (com seguro) para a central.
Dentre os avanços que garantiram a certificação federal estão uma parceria com o Corpo de Bombeiros na qual uma ambulância fica nas dependências do quartel para atendimento a pacientes psiquiátricos e vítimas de acidentes de trânsito, além de aquisição de uniforme e botas padronizadas, usados por corporações militares que servem de Equipamento de Proteção Individual, EPI. O uniforme não era entregue para os servidores do SAMU desde o ano de 2012 e as botas desde 2009. 
Dentre as conquistas recentes estão a aquisição de seis desfibriladores portáteis que estão sendo utilizados em ambulâncias e na base da zona rural, dois ventiladores pulmonares avançados, a capacitação de pessoas e contratação de médicos por meio de seletivo.
”Tudo isso são avanços que o SAMU vem conquistando cerca de dois anos e, iremos avançar muito mais. O ano de 2019 será de bonança para o SAMU, no sentido de fazer a aquisição de materiais como mobiliário e equipamentos hospitalares também, cujas licitações já estão em andamento”, ressaltou o coordenador acrescentando que “tudo isso não poderia acontecer sem a participação e a determinação de nosso prefeito Assis Ramos e secretário de Saúde que não medem esforços para melhorar as estruturas do órgão”.
A secretária adjunta da Saúde, Mariana Jales, destacou que o SAMU é um dos serviços essenciais da saúde e demonstra o empenho da gestão para ampliar ainda mais esse serviço. "Duas novas bases foram instaladas em Imperatriz, tanto na zona rural, quanto na zona urbana, renovamos 100% da frota de ambulâncias e estamos focados em qualificar ainda mais esse serviço", frisou.
Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita