Câmara Municipal de Imperatriz

Câmara Municipal de Imperatriz

Construção do emissário de esgoto sanitário está 90% concluída

15 de janeiro de 2019


Projeto prevê a pavimentação de mais de 30 km de ruas na Vila Fiquene, Parque Airton Senna e Vila Nova



 Homens trabalham na construção do emissário de esgotamento sanitário do PAC-2 (Foto: Gil Carvalho)


A construção do emissário de esgotamento sanitário, com aproximadamente 3.600 metros de extensão, ligando a rede da Rua Dom Pedro I, Bacuri, a Avenida João Palmeira, na Estação Elevatória de Esgoto (EEE-3), na Vila Nova, está com 90% das obras praticamente concluídas. Ação é resultado da primeira etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2) realizada pela Prefeitura de Imperatriz e o Governo Federal.
O engenheiro civil Carlos Elpídio, da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Sinfra, explicou que falta concluir o trecho do emissário na transposição da rodovia BR-010, porém aguarda aprovação do projeto de apoio que foi encaminhado ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, DNIT. “É necessário essa autorização para fazer a passagem da tubulação pelas marginais e a BR-010, no perímetro urbano de Imperatriz”, destacou.
Ele adiantou que, depois da conclusão dessa etapa, será iniciada a construção de estações elevatórias de esgoto e, posteriormente, ligações tipo radiais para serem lançadas nas estações da Rua Paulo Afonso (EEE-1) na Vila Fiquene; da Rua Santos Dumont (EEE-2) e a da Avenida João Palmeira (EEE-3), na Vila Nova.
Carlos Elpídio ressaltou que a obra segue o cronograma normalmente, sendo previsto para depois da conclusão das obras das estações elevatórias, o início das ligações domiciliares, lançamentos de tubos e a construção de poços de visitas para rede de esgoto. “Meta é concluir integralmente esse projeto até o final de 2020, incluindo 32 quilômetros de pavimentação asfáltica na grande Vila Nova”, acrescentou.
O secretário de Infraestrutura, Zigomar Filho, enfatizou que “essa tem sido uma luta do prefeito Assis Ramos ao recuperar, com apoio da bancada maranhense, os recursos do PAC-2 em Brasília”. “Essas obras representam mais qualidade de vida, pois eliminará esgotos à céu aberto, além de proporcionar asfaltamento de mais de 30 km de vias, acabando com lama, buracos e poeiras”, concluiu.

Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita