Açailândense é condenado a prisão por crime de feminicidio em Goiânia

29 de novembro de 2018










O vigilante Daniel Justino Chaves, de 28 anos, foi condenado nesta quarta-feira (28) a 14 anos de prisão por matar a matar a companheira após comemoração no Dia dos Namorados, na cidade de Goiânia. A caixa de supermercado Katiane Rodrigues, de 22 anos foi morta esganada, em 2016, na casa em que moravam juntos. Segundo as investigações, o crime teria sido motivado por ciúmes.
A defesa de Daniel tentou desqualificar a tese de feminicídio, alegando que o vigilante tentava se defender de uma agressão da mulher quando cometeu o crime. A tese, porém, foi rejeitada pelos jurados.

De acordo com o delegado, após estrangular a companheira, Daniel fugiu para o cidade de AÇAILÂNDIA, cidade natal dele e da vítima. Desde então, ele era procurado pelas polícias de Goiás e do Maranhão. No dia 12 de julho, o suspeito se entregou à polícia na capital goiana.


O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos contra a Vida e Tribunal do Júri. O magistrado decidiu que o jovem poderá aguardar o trânsito em julgado, quando não se pode mais recorrer da sentença em liberdade, por possuir endereço fixo e atender a todos os chamados judiciais.

denúncia aponta que o casal foi a um pagode para celebrar o Dia dos Namorados, No local, Daniel e Katiane teriam ingerido bebida alcoólica. De acordo com o Ministério Público, o homem ficou enciumado pela forma como ela dançava.
Ainda segundo o MP, o casal acabou indo para outro bar, onde o réu teria ouvido relatos de que a mulher gostaria de se separar. Depois, em casa, após uma discussão, conforme a denúncia, Daniel teria esganado Katiane. A casal morava junto no Setor Santa Helena (Goiânia) desde novembro de 2015.


Fonte: F5 Açailândia
Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita