POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE PARTICIPAÇÃO NA MORTE DE MENOR EM 2016: VÍTIMA FOI MORTA COM REQUINTES DE CRUELDADE.

8 de agosto de 2018


Investigadores da 16ª Delegacia dePolícia Civil de Bacabal deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva em desfavor de Deivison Charles, 20 anos de idade, conhecido com "Tabichinha". Deivison é acusado de participação de um crime de homicídio ocorrido em 2016, na quadra do Colégio Tales Ribeiro, no bairro da Areia.

o crime que aconteceu com Requinte de crueldades ocorreu no dia 23 de janeiro e teve como vítima o menor de idade Jonas Martins Ferreira, de 16 anos de idade.

O corpo do jovem foi encontrado na quadra do Colégio Tales Ribeiro, na madrugada de sábado (23). O menor além de ter a garganta cortada, um pedaço de ferro que servia como trave na quadra da escola foi jogado em cima do corpo do menor. Também foi encontrado próximo ao corpo um facão.




A avó da vítima, Laura Martins Ferreira, disse que estava na padaria quando ouviu as pessoas comentando; “Mataram um pra cular”.

Na época, ela relatou que seu Neto, chegou a Bacabal, no dia 31 de dezembro de 2015. Que o mesmo não tinha inimigo e nem passagem pela policia.

Segundo o Delegado Regional  Carlos Renato, na época do crime dois dos três envolvidos  eram menor. Um deles conhecido como "Salada" morreu. O outro em razão de ser menor não responderá como Deivison, que na epoca do ocorrido era maior de idade e será levado ao tribunal do júri por crime doloso contra a vida.

"Ele já teve a autoria definida e a conduta individualizada, assim como os outros dois que praticaram o homicídio motivado em razão ciúme da namorada de um dos menores", disse o delegado.

Carlos Renato - Delegado da 16ª Delegacia Regional de Bacabal

"Como o trabalho da polícia, né, no caso aqui é o da Polícia Civil, é um trabalho de bastidores, às vezes não vemos o resultado tão rapidamente. Nossos trabalho é de semeador, a gente planta e depois de um tempo colhe. Então hoje, é demonstração cabal disso. Até para trazer uma certo alento a sociedade de que os homicídios ocorridos no ano de 2018, todos eles, estão com investigação em curso, e como tá acontecendo hoje a prisão desse indivíduo, fatalmente acontecerá a prisão também de autores de homicídio. Sendo assim, como 4 deles já foram presos. As provas foram remetidas ao Poder Judiciário. Ele foi indiciado, foi individualizada conduta dele com depoimento testemunhal de alguém que presenciou os últimos golpes na vítima e certamente ele vai chegar a confissão aqui. Nós vamos conversar com ele, já em  uma conversa informal ele já nos contou que participou da execução do crime. Ele poderia até negar, mas já existem elementos suficientes para que o Tribunal do Júri venha condena-lo no julgamento oportuno. Nós já estamos em fase de processo. o que vai ocorrer é que ele vai ser pronunciado e levado a júri popular. E no Tribunal do Júri, acredito eu, que Deivison será condenado devido às provas acarreadas" concluiu o delegado.


Segundo as investigações, quatro pessoas participaram do assassinato. Um dos individuo conhecido como "Salada" já faleceu.

Deivison reside na Rua 14 de julho, no mesmo bairro onde ocorreu o crime, agora vai esperar o julgamento atrás das grades.

Fonte: Blog Falando Sério de Bacabal

Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita