Câmara Municipal de Imperatriz

Câmara Municipal de Imperatriz

Dia "D" de campanha tem roda de conversa sobre aleitamento materno

25 de agosto de 2018


Roda de conversa, na tarde de quarta-feira, 22, com gestantes, mães e convidadas marcou o “Dia D” da campanha “Agosto Dourado”, que tem por finalidade incentivar a amamentação. Atividade foi realizada na coordenação da Divisão de Saúde da Mulher, no Centro de Especialidades Médicas Três Poderes
.
Durante encontro, a enfermeira e assessora técnica do Programa Municipal de Saúde da Mulher, Thaisa Fialho apresentou vários benefícios proporcionados pela amamentação, não apenas para os bebês, mas para mães também. “Abordamos três pontos, o fator psicológico, pois fortalece ligação mãe e filho; vínculo socioeconômico, porque amamentar é gratuito, e o da saúde, pela proteção da saúde da criança”, argumentou.

A enfermeira ressaltou, ainda, que os estudos médicos mostram as vantagens entre a amamentação artificial e o aleitamento materno. O segundo garante proteção contra doenças respiratórias, alergias, diarreias, entre outros males. No encontro, também, foram tiradas dúvidas e mitos como o porquê algumas mulheres sentem dor ao amamentar e se de fato existe o “leite fraco”. “Todo leite é bom. Ele só não é considerado bom quando a mãe tem uma doença infectocontagiosa como HIV, hepatites, tuberculose, se for o caso de não estar em tratamento. Nesses casos a mãe deve procurar um banco de leite”, destacou. “No começo o leite vem bem aquoso, mas no final ele já se torna encorpado e aí que estão todos os anticorpos necessários, não existe leite fraco”, complementou.

A amamentação exclusiva é aconselhada até o sexto mês de vida da criança. Somente após esse período, é que os médicos recomendam que a mãe acrescente frutas e verduras a alimentação do bebê. A diretora da Divisão de Saúde da Mulher, Priscila Aparecida Maximiano Corrêa destacou que a campanha é realizada desde o início do mês, mas em 22 de agosto foi definido como o “Dia D”, com uma roda de conversa para reforço da ação. Ela lembrou que foi ministrada uma palestra sobre o método Canguru e prevenção do câncer do colo de útero. Campanha é realizada em todas as unidades básicas de saúde e já passou pela UBS Milton Lopes e Ouro Verde, e nesta quinta-feira, na UBS Ayrton Senna.
Exames
Priscila Aparecida enfatiza que as mulheres poderão comparecer à sede da Divisão de Saúde da Mulher para fazer o exame de prevenção do câncer de colo do útero. Os exames são colhidos na quinta e sexta-feira, com uma recomendação básica: a mulher precisa se abster de relação sexual por três dias antes do exame e não pode estar no período menstrual.
Com oito meses de gravidez de seu sexto filho, uma menina, a dona de casa Elida Regina dos Santos Soares, 28 anos, residente na Vila Fiquene, aprovou a roda de conversa. “Achei muito importante as palestras porque aprendi sobre a importância de amamentar, de não dar o leite artificial para a criança não adoecer. Gostei muito”, avaliou.
Grávida de 38 semanas, a servidora pública Ivanise Ferreira, também, gostou das orientações fornecidas no “Dia D”.  “Foram conhecimentos muito importantes, não só para a gestante, mas para as famílias, para que as pessoas compreendam sobre a importância do aleitamento materno até os seis meses de idade”, finalizou.
Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita