Bispo Eudes diz que paneleiras não serão retiradas das Quatro Bocas

14 de agosto de 2018


Texto: Carlos Gaby/Assimp

Foto: Fábio Barbosa/Assimp

 

O vereador Bispo Eudes (PRP) garantiu, durante pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal na sessão desta terça-feira (14), que o prefeito Assis Ramos (MDB) não cogita a retirada das barracas que vendem comidas na chamada Quatro Bocas, na Nova Imperatriz. A questão foi levantada pelo vereador Carlos Hermes (PCdoB), que comentou informações divulgadas nas redes sociais, inclusive postadas pelo próprio gestor municipal.

Segundo Bispo Eudes, o que há na verdade são conversações conduzidas pela Secretaria de Planejamento Urbano e Meio Ambiente para que as chamadas paneleiras sejam removidas para outra área - na rua Rio Grande do Norte, subesquina com Bernardo Sayão –, que será adequada pela Prefeitura Municipal para acomodar as vendedoras de panelada e de outras comidas e os consumidores.

A informação inicial é de que a Prefeitura iria remover as barracas de comidas para o camelódromo da Praça Tiradentes, no Centro.

“Não é nada disso”, explicou o vereador. “O que acontece é que um comerciante alugou o prédio em cuja calçada as paneleiras instalam suas barracas e solicitou à Prefeitura a desocupação da calçada. Por isso, a proposta da Prefeitura em removê-las para a área que será alugada na rua Rio Grande do Norte, a uma quadra de onde estão hoje. Durante a noite, as barracas que estão instaladas em frente ao Banco Itaú podem funcionar normalmente”.

“Não há interesse algum do prefeito Assis Ramos acabar com uma tradição de mais de quarenta anos, que são essas barracas que funcionam nas Quatro Bocas vendendo panelada e outras comidas”, reforçou.

 

Calçadão

 

Bispo Eudes adiantou que a Secretaria de Planejamento Urbano e Meio Urbano também negocia a retirada de camelôs do Calçadão da Getúlio Vargas, no centro comercial. O governo do Estado quer iniciar imediatamente o projeto de cobertura e climatização da área, conforme apelo da Associação dos Lojistas do Calçadão.

“Essa retirada está sendo acordada com os camelôs de forma tranquila e democrática. A Prefeitura inclusive propôs instalá-los na rua Amazonas, entre a Getúlio Vargas e a Dorgival Pinheiro”, informou o vereador.

Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita