FORAGIDO DA JUSTIÇA QUE MATOU POLICIAL MILITAR EM PAULO RAMOS-MA, É PRESO SUSPEITO DE ASSASSINAR MULHER E TRAVESTI NO DF.

21 de março de 2018




(com informações do G1 MT).

Danilo de Souza Araújo, 25 anos de idade era foragido da justiça. Ele foi condenado a 22 anos de prisão pela morte do policial militar Edvaldo Carvalho de Oliveira, de 41 anos de idade, ocorrida no município de Paulo Ramos, no Maranhão,no dia 07, de novembro, de 2010 por voltas das 03 horas da madrugada.

Preso nessa segunda-feira, 20, em Paranatinga, no Mato Grosso, Danilo também é suspeito de ter assassinado uma mulher e uma travesti, no estado. De acordo com o investigador da Polícia Civil Valter Sérgio Gomes, Danilo foi abordado no Centro da cidade durante rondas na região. Durante a abordagem ele apresentou uma identidade falsa, com o nome de Roberto Ferreira de Moura, mas em seguida confessou o nome verdadeiro.

Após ser apresentado na delegacia de Polícia Civil, foi constatado que ele era suspeito de participar da morte de uma mulher e de uma travesti em um bar, em Luziânia, no Distrito Federal, em março de 2017.

Danilo com  18 anos 

Na época do crime do policial que morava em Bacabal e prestava serviço em Paulo Ramos, MA, Danilo estava na companhia de um menor de 16 anos de idade, no qual teria participado do crime utilizando um pedaço de madeira "caibro" para tirar a vida do PM.

Segundo informações colhidas na época pela Polícia, os dois acusados estavam conduzindo uma moto e teriam se encontrado por acaso com a vítima no centro da cidade. Ao se encontrarem o policial questionou a atitude suspeita dos dois homens transitando naquela hora pelas Ruas da cidade, pois ambos eram conhecidos naquela localidade, por agirem em práticas delituosas.

Logo após as indagações, os dois assassinaram o Cabo com várias pauladas.

Ainda segundo a Polícia, Danilo e o menor logo após o crime tentaram fugir em direção a cidade de Lago da Pedra. Ambos foram presos através denúncias anônimas.

Os dois foram autuados em flagrante e encaminhados à Delegacia Regional de Bacabal.

Já no ano de 2013 Danilo conseguiu fugir do Presidio de Pedrinhas, de onde aguardava o julgamento desde o dia que foi preso.

O júri popular de Danilo foi desaforado da Comarca de Paulo Ramos para Bacabal. Onde foi condenado por unanimidade, tendo sua sentença proferida pelo Juiz Jocelmo, na época presidente do tribunal do júri, em 22 (vinte e dois) anos de reclusão em regime fechado.

Danilo foi julgado à revelia, já que desde sua fuga do presidio, seu paradeiro era desconhecido.Fonte: falando sério

Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita