Suspeito de assassinar taxista é acusado de mais quatro homicídios

19 de fevereiro de 2018

Maurílio de Sousa Viana Neto tem uma vasta ficha criminal por assassinatos.

IMPERATRIZ – Maurílio de Sousa Viana Neto, conhecido como “Netinho”, preso nesse domingo (18), como principal suspeito pelo assassinato do taxista João Machado Aguiar, 58 anos, no último dia 8, em Imperatriz, tem uma vasta ficha criminal. De acordo com a Polícia Civil, além do assassinato do taxista, ele é suspeito de cometer mais quatros mortes violentas.

De alta periculosidade, o suspeito tem pelo menos três Mandados de Prisão expedidos pela Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). “Todos os mandados (três) são pelos crimes de homicídios. Mas contabilizamos no total de vidas tiradas por ele, pelo menos cinco casos. Dois ainda estamos trabalhando para conseguir ter os Mandados de Prisão. Mas de Mandados, efetivamente, são três. Ele é investigado pelo assassinato de pelo menos cinco pessoas dentre de Imperatriz”, informou o delegado regional, Eduardo Galvão.

De acordo com informações policiais, os crimes teriam acontecido, um no Suing Brasil, no Santa Rita, dois na Vila Vitória, um que assassinou a vítima dentro de casa e outro que depois matar homem ainda matou cachorro da vítima. O último foi o do taxista João Machado Aguiar, que foi assassinado durante uma corrida, após reagir a um assalto.

Maurílio de Sousa Viana Neto está preso na Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI), antiga CCPJ, onde deve permanecer à disposição da Justiça.


Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita