IPVA + MOTO LEGAL

IPVA + MOTO LEGAL

ArFrio refrigeracoes

ArFrio refrigeracoes
Peças e Serviços. Soluções em Ar-Condicionado. (99) 98156-9313

Presos suspeitos de executar policial militar na estrada da Maioba

13 de novembro de 2017


Uma equipe do 9º BPM prendeu Álvaro Teixeira Santos e Weberth Mendes Pinho, vulgo Bebeto, suspeitos de executar o cabo da Polícia Militar Josélio Rocha Sousa, de 45 anos, e o seu enteado Yuri de Paula Silva, vulgo Chacal, na tarde de domingo (12), na estrada da Maioba, em Paço do Lumiar, Região Metropolitana de São Luís.

Segundo informações da polícia, após o duplo assassinato, os militares iniciaram uma busca por toda a cidade e, em seguida, foram informados de que um dos veículos utilizado no crime estaria no bairro da Liberdade, em São Luís.

Ao chegar ao local, os policiais encontraram o carro estacionado em frente a uma residência na Travessa Nossa Senhora das Graças, e perguntaram de quem seria o veículo que estava estacionado a uma mulher, que informou que tal veículo seria de Álvaro Teixeira.

Indagado sobre a situação do homicídio, o suspeito relatou que havia emprestado o veículo, saveiro branca OJF-8595, desde a manhã para Weberth Mendes. Álvaro levou os agentes até a casa de Weberth, no bairro Pão de Açúcar, onde foi detido e acabou confessando o assassinato e citou os nomes dos demais envolvidos na execução.

Ambos foram conduzidos ao Plantão Central de Homicídios para serem tomadas as medidas cabíveis. Sem lesões corporais.

Entenda o caso

Um cabo da Polícia Militar identificado como Josélio Rocha Sousa, de 45 anos, foi morto na tarde deste domingo (12) durante uma emboscada ocorrida na MA-202, no município de Paço do Lumiar, situado na Região Metropolitana de São Luís.

Segundo informações da polícia, o cabo estava voltando para casa quando o carro em que ele dirigia começou a ser atingido por disparos de arma de fogo vindo de dois veículos ainda não identificados.

Além do militar, também foi atingido e morto o seu enteado reconhecido como Yuri de Paula Silva, 26. Ainda conforme a polícia, Yuri tinha saído do Complexo Penitenciário de Pedrinhas em setembro deste ano e estava cumprindo pena por roubo.

No carro estavam além das duas vítimas, a esposa do militar identificada como Maria do Socorro Paula de Almeida, a esposa do Yuri reconhecida como Ingride Maria de Jesus Ferrari e mais uma criança de um ano que foram socorridos e levados para um hospital. O cabo Josélio Rocha Sousa era lotado no 9º BPM.

Fonte: Blog do Neto Ferreira

Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita