IPVA + MOTO LEGAL

IPVA + MOTO LEGAL

ArFrio refrigeracoes

ArFrio refrigeracoes
Peças e Serviços. Soluções em Ar-Condicionado. (99) 98156-9313

Governo e Prefeitura de São Luís firmam parceria para implantação do Programa Farmácia Viva

24 de outubro de 2017



As atividades do Programa Farmácia Viva, coordenadas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), serão desenvolvidas nas unidades básicas de saúde (UBS) da capital. Para execução do programa, Governo e Prefeitura firmaram termo de parceria, nesta segunda-feira (23), na sede da Secretaria Municipal de Saúde (Semus). 

O termo de parceria foi assinado pelo secretário adjunto de Política de Atenção Primária e vigilância em Saúde da SES, Marcelo Rosa, e pelo secretário Municipal de Saúde de São Luís, Lula Fylho. 


“A Farmácia Viva aproveita as áreas livres nas adjacências das unidades de saúde para construir hortos medicinais que contribuem na prevenção e combate de doenças simples a crônicas, como desde um resfriado a diabetes ou hipertensão. A população terá acompanhamento de técnicos da agricultura familiar e de profissionais de saúde que serão capacitados sobre a importância de cada planta”, ressaltou Marcelo Rosa. 


O programa, vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (SES), tem o objetivo de orientar a população a fazer o uso correto das plantas medicinais, visando a promoção do uso racional das plantas na atenção primária à saúde, resgatando o conhecimento popular. A fitoterapia, incorporada ao Sistema de Saúde Pública, mostra-se uma alternativa terapêutica eficiente e viável, pois ao mesmo tempo reduz os custos dos medicamentos e restabelece de forma mais suave e duradoura a saúde do paciente.

A coordenadora do Farmácia Viva, Kallyne Bezerra, explicou o papel do programa na construção de melhorias na saúde de São Luís. "Este é um momento muito importante e um marco para a Farmácia Viva, projeto incentivado pelo governador Flávio Dino, em reconhecimento pelo trabalho desempenhado pela professora Terezinha Rego. Nossa proposta é transformar a cultura popular em ciência e aplicá-la em prol da população. Daqui para frente vamos analisar os canteiros férteis nas proximidades das UBS para instalarmos as hortos”. 

O secretário municipal de Saúde de São Luís, Lula Fylho, destacou que a parceria com o Estado vai beneficiar a população, que terá acesso a plantas medicinais sem custo e com orientação de um profissional de saúde sobre. “Esta parceria reforça a assistência básica de saúde e evita o uso de medicamentos em excesso utilizados em casos de doenças simples a mais graves”, disse.

Sobre os hortos

Nos hortos serão cultivadas plantas medicinais como insulina, mastruz, santa quitéria, picão, vick, erva cidreira, hortelã da folha grossa, boldo do Chile, hortelãzinho, cravo de defunto, manjericão e cana-da-índia. 

As espécies, apesar de não substituírem a medicação tradicional, auxiliam no tratamento de problemas renais, gastrite, dores musculares, diabetes, disfunções hepáticas, hepatites, verminoses, amidalite, doenças gastrointestinais e gripe. A proposta dos canteiros é, também, fornecer mudas para que os cidadãos possam cultivar as plantas em suas casas.

Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita