IPVA LEGAL - GOVERNO DO ESTADO

IPVA LEGAL - GOVERNO DO ESTADO

ArFrio refrigeracoes

ArFrio refrigeracoes
Peças e Serviços. Soluções em Ar-Condicionado. (99) 98156-9313

*EURAMI REIS PARTICIPOU DO 8º CONGRESSO DA FORÇA SINDICAL EM PRAIA GRANDE, NO LITORAL DE SÃO PAULO.*

17 de junho de 2017

Mais de três mil dirigentes sindicais de diferentes categorias de todo o País participaram do 8º Congresso da Força Sindical realizado, nos dias 12, 13 e 14 de junho, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. *Eurami Reis,* vice-presidente da Força Sindical/MA e presidente da Federação dos Trabalhadores no Ensino e no Serviço Público nos Municípios do Estado do Maranhão - FETESPUSULMA, Destacou a participação da delegação maranhense no evento onde foram debatidos temas importantes, como as reformas trabalhista e previdenciária, terceirização bem como Diretas Já e medidas para impulsionar o desenvolvimento do País para reduzir drasticamente o desemprego e as ações que serão desenvolvidas pela Central nos próximos quatro anos. “Os Congressos são importantes para debatermos as diferentes posições dos companheiros e as nossas. As diferenças existentes só enriquecem as posições que vamos tomar”, disse *Eurami Reis*, vice-presidente da Força Sindical/MA e FETESPSULMA.
O Maranhão teve um destaque importante e garantiu a coordenação e a secretaria do setor do Serviço Público da Força Sindical Nacional e a recondução do companheiro *Frazão Oliveira* na Direção Nacional da Força. “Saímos do Congresso com mais unidade. A Força não é forte só no nome, mas forte na base, na mobilização e enfrentará as reformas trabalhista e previdenciária”, declarou *Frazão Oliveira,* presidente da Força Sindical/MA.
Também estiveram presentes Sergio Nobre, secretário-geral da CUT; Canindé Pegado, secretário-geral da UGT, e Adilson Araújo, presidente da CTB. Maria Auxiliadora dos Santos, secretária nacional das Mulheres da Força, criticou as reformas e destacou que “as mulheres serão as mais prejudicadas”.

*Mulheres*
Durante o Congresso, as mulheres lutaram e conseguiram a participação de 30% nos cargos de direção da Central e, para o próximo Congresso, poderão chegar a 50%. A decisão foi comemorada pelas trabalhadoras, que lutaram muito para ter essa reivindicação atendida. Paulinho cumprimentou-as pela garra. Participaram do Congresso mais de 1.000 delegadas sindicais.

*Carta da Praia Grande 8º Congresso*
Foi aprovada também a Carta da Praia Grande, na qual os sindicalistas resolvem o seguinte:
Atuar com todas as forças progressistas desenvolvimentistas do País, e cerrar fileiras na construção de uma sociedade em que as relações de trabalho sejam justas e inclusivas;
Alertar aos segmentos do capital predatório que, para um desenvolvimento sustentável e produtivo, faz-se necessário equilíbrio entre os direitos dos trabalhadores e dos interesses desenvolvimentistas, em uma parceria de compromissos em favor do bem comum;
Reafirmar nossa luta e a necessidade de unidade de ação em prol de uma sociedade justa, com emprego, renda, saúde, educação, transporte, moradia e dignidade para todos.

E por fim, *Eurami Reis* defendeu também os diálogos e parcerias para garantir direitos e ampliar nossas conquistas através das lutas permanentes para resgatar alto estima e a dignidade dos trabalhadores(as) do campo e da cidade. Na oportunidade parabenizei a participação dos delegados do Maranhão que participaram assiduamente das plenárias, dos debates, das decisões e, sobretudo acreditando na organização sindical através da luta nos seus municípios. A mobilização continua, destacou. “No dia 20 terá um ‘esquenta’, e as centrais ainda vão se reunir para decidir o que será feito no dia 30 de junho referente à Greve Geral”.

Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita