FIO MODAS COM GRANDES PROMOÇÕES, VENHA CONFERIR!

FIO MODAS COM GRANDES PROMOÇÕES, VENHA CONFERIR!

Polícia investiga morte de sargento e há suspeita de participação de quatro criminosos

10 de setembro de 2016

O policial militar Baldez foi alvejado com vários tiros na porta da residência da sua namorada, no Ipem Turu, na manhã deste sábado, 10, e morreu no hospital

Foto: policial, sargento

A polícia informou que existe a possibilidade de pelos menos quatro criminosos estejam envolvido na morte do segundo sargento da Polícia Militar, Luís Cláudio Cordeiro Baldez, de 43 anos, e a motivação ainda não está definida. O policial foi alvejado por volta das 5h40 deste sábado, 10, na porta da residência da sua namorada, localizada na Rua 1 do Ipem Turu, e veio a falecer ao dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque Vitória.

O delegado da Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP), Estevânio Aragão, disse que esteve no local do crime como ainda chegou a ouvir algumas testemunhas e até mesmo familiares da vítima. “Na verdade, o policial foi morto na presença de várias pessoas e inclusive de crianças”, declarou Estevânio Aragão.

Ele também falou que o militar iria participar de uma excursão ao interior do estado e ao sair da residência da sua namorada, nome não revelado, foi abordado pelos criminosos, que estavam em um veículo Fox branco, de placas não identificadas. O policial levou vários tiros e provavelmente o autor dos disparos estava sentado no banco traseiro desse carro.

Ainda segundo o delegado, nesse veículo havia cerca de três ou quatro criminosos, mas também há hipótese de ter tido outro veículo no local do assassinato dando apoio aos seus cúmplices de crime. “Não descartamos ainda nenhuma linha de investigação, mas pelo menos quatro pessoas teriam participação nesse crime”, afirmou Estevânio Aragão.

A assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou ainda na manhã de sábado, 10, o secretário de Segurança Pública, delegado Jefferson Portela; o delegado geral da Polícia Civil, Lawrence Melo; comandante da Polícia Militar, coronel Frederico Pereira; o subcomandante dessa corporação militar, coronel Jorge Luongo; e demais comandantes das unidades operacionais da Capital estiveram reunido na sede da Polícia Militar, no Calhau, para traçarem os métodos de investigação para elucidar esse crime.

Morte

Os populares ainda levaram o policial baleado até a UPA do Parque Vitória, mas morreu antes de ser submetido a tratamento cirúrgico. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, onde passou por exames periciais e, em seguida, liberado para os familiares.

O corpo vai ser velado a partir do período da tarde deste sábado, 10, na residência dos familiares da vítima, na Rua Nossa Senhora da Vitória, no Turu, nas proximidades da ponte Pai Inácio. O sepultamento está previsto para o período da tarde de domingo, 11, no cemitério, no Turu.

Luís Baldez ingressou como soldado na corporação militar no ano de 1993 e no momento exercia a função de segundo sargento, lotado no Comando Geral da Polícia Militar.Fonte: imirante. Com

Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita