FIO MODAS COM GRANDES PROMOÇÕES, VENHA CONFERIR!

FIO MODAS COM GRANDES PROMOÇÕES, VENHA CONFERIR!

DETENTO É MORTO A ESTOCADAS E MUTILADO EM PRESÍDIO

9 de agosto de 2016


Novamente as penitenciárias do complexo de Americano voltam às manchetes policiais. O detento Antonio Gilson Ferreira Moreira, de 23 anos, foi apresentado ao delegado Paulo Henrique Ribeiro Soares Junior na Seccional Urbana de Santa Izabel para ser autuado pelo crime de homicídio tendo como vítima o também detento Edimilson Brito Perdigão.

A apresentação do acusado foi feita pelo vice-diretor do Centro de Recuperação Provisório do Pará I informando que por volta das 10h desta sexta-feira (05) ao passar a revista na cadeia para verificar possíveis túneis, escutou gritos vindos da Ala A e a “cadeia tremia com os presos batendo nos portões”.

O agente público penitenciário acabou sendo informado que Antonio Gilson Ferreira Moreira acabara de matar o colega detento Edimilson Brito Perdigão, fato ocorrido na passarela que divide os pavilhões 04 e 05, no momento em que os presos haviam sido liberados da triagem para o banho de sol.

Segundo informações os detentos da ala A do pavilhão num total de 170 presos onde se encontrava o assassino eram separados dos presos da triagem com 15 presos dentre estes a vítima, no entanto esta área acabou sendo invadida pelos 170 presos ocorrendo à morte da vítima.

Interrogado no local ainda ensanguentado Antonio Gilson Ferreira confessou ter sido o autor do homicídio contra Edimilson Perdigão alegando que seria uma vingança por ele ter matado no passado um primo do assassino no município de Concórdia do Pará.

Segundo os agentes prisionais não foi encontrada a arma usada no crime possivelmente um estoque uma vez que a vítima apresentava múltiplas perfurações pelo corpo e uma das pernas retirada do corpo em uma cena de pura selvageria.

VINGANÇA
No depoimento prestado na Polícia Civil, Antonio Gilson Ferreira Moreira contou ao delegado que nutria um ódio sem precedentes contra Edimilson Brito Perdição depois que este há um ano matou um primo do assassino de prenome Renato em razão deste ter entrado com uma ação trabalhista contra a vítima.

Antonio Gilson cumpre pena há três anos por latrocínio no município de Santa Maria do Pará e alguns dias soube que Edimilson tinha sido preso e que viria transferido para o CRPP I. “Fiquei com a fisionomia dele na cabeça e hoje quando vi ele na triagem consegui chegar até ele enforcando com um pano e depois dei um sossega leão até ele desmaiar” contou friamente o assassino.
Com a vítima desmaiada ele amarrou as mãos do mesmo para traz e de posse de um estoque desferiu várias estocada. “Não contei quantas furadas dei nele, pois quando perfurava lembrava de meu primo morto e me dava mais raiva” contou o assassino.

Para completar a crueldade o assassino ainda cortou uma das pernas da vítima para que esse não pudesse nem se levantar. Ele se disse arrependido por ter matado o desafeto porem se sentia vingado pela morte do primo. Antonio Gilson Ferreira vai responder agora por homicídio qualificado. Fonte:tvcidadesbt.
Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog Asmoimp - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita